Versos de Amor, Poesias Românticas, Poemas Carinho
 Versos de Amor, Poesias Românticas, Poemas de Carinho, Cartão Poesia
CapaCapa
Meu DiárioMeu Diário
TextosTextos
ÁudiosÁudios
E-booksE-books
FotosFotos
PerfilPerfil
Livro de VisitasLivro de Visitas
Textos

linda-boneca-americana-c-ovelhinha-nova_

OVELHINHA BRANCA

Papai chegou em casa 
com aquele bichinho arisco,
magrela e assustada, 
tinha no olho um cisco.

Olhei sua carinha, 
seus olhinhos inseguros,
acho que estava com medo 
daquela casa sem muro.

O tempo foi passando
e ela toda bonita,
corria pra lá e pra cá 
com suas pernas compridas.

Depois da algazarra 
ela se deitava mansinha,
eu sentava ao seu lado 
e fazia em seu pelo trancinhas.

Papai descobriu e ralhou comigo, 
pois aquela lã tão macia,
estava ficando embaraçada
com os nós que eu fazia.

Teve de cortar todo o pelo 
e ela ficou sem trancinhas.
Sem aquela lã em seu corpo
ela voltou a ficar magrinha.

Glória Cunha
06/09/07 
                                        

images?q=tbn:ANd9GcSyfXt1ymE_FRb3k_3ZP9d 
 
Raio de Lua
Enviado por Raio de Lua em 06/09/2007
Alterado em 12/10/2013
Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários

ESTE SITE É MELHOR
VIZUALIZADO NO
GOOGLE CHROME