Versos de Amor, Poesias Românticas, Poemas Carinho
 Versos de Amor, Poesias Românticas, Poemas de Carinho, Cartão Poesia
CapaCapa
Meu DiárioMeu Diário
TextosTextos
ÁudiosÁudios
E-booksE-books
FotosFotos
PerfilPerfil
Livro de VisitasLivro de Visitas
Textos


AMOR DE OUTONO
 
Amor de outono chega n'alma 
desfolhando mágoas,
limpando as angústias
e lavando as feridas como água.

Ele vem tal qual o mel
retirando as arestas, 
rasgando o véu,
abrindo as frestas
e queimando os restos.

Vem profundo curando feridas e
varrendo as falsas paixões.
É preciso recebê-lo em calmaria,
aceitá-lo como cortador de falsas ilusões.

Entregar-se ao amor maduro
é deixar-se fluir de verdade.
É deixar a alma vibrar outra vez.
29/09/07 

0_4ff49_3ef84ab_M.jpg0_4ff49_3ef84ab_XS.jpg



NESSE OUTONO ...

​recolho-me a descansar
e como semente,
na primavera voltarei a germinar.

 
 0_4ff49_3ef84ab_XS.jpg
 

Raio de Lua
Enviado por Raio de Lua em 26/03/2013
Alterado em 07/04/2013
Copyright © 2013. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários

ESTE SITE É MELHOR
VIZUALIZADO NO
GOOGLE CHROME