Versos de Amor, Poesias Românticas, Poemas Carinho
 Versos de Amor, Poesias Românticas, Poemas de Carinho, Cartão Poesia
CapaCapa
Meu DiárioMeu Diário
TextosTextos
ÁudiosÁudios
E-booksE-books
FotosFotos
PerfilPerfil
Livro de VisitasLivro de Visitas
Textos






ESPERANÇA

Quando me encontraste tal agulha
Em um palheiro perdida em mágoas
Sufocada, afogada em frias águas
Já não via mais a cor do arco íris

Alimentaste em mim esperanças
Costuraste meu coração em ferida
Arremendaste com linha de seda
A minha alma já quase partida

Plantaste em mim a semente da vida
Que se ergue em busca dos raios do sol
Florescendo em galhos frondosos
Desabrochando em primavera florida

Que nasçam os frutos: que sejam Benditos !
E que nos eternizem na continuidade ...

*


Raio de Lua
Enviado por Raio de Lua em 12/05/2006
Alterado em 03/05/2010
Copyright © 2006. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários

ESTE SITE É MELHOR
VIZUALIZADO NO
GOOGLE CHROME