Versos de Amor, Poesias Românticas, Poemas Carinho
 Versos de Amor, Poesias Românticas, Poemas de Carinho, Cartão Poesia
CapaCapa
Meu DiárioMeu Diário
TextosTextos
ÁudiosÁudios
E-booksE-books
FotosFotos
PerfilPerfil
Livro de VisitasLivro de Visitas
Textos

LIVRO%2520E%2520UMA%2520VELA%2520ACESA%5
 


VERSOS

Entre dedos vejo escorrendo versos,
 de todas as formas nascendo.
Belos, feios ou alegres, porém com sentimentos.

Há quem os ame, há quem os deteste,
mesmo assim continuam brotando,
do coração desaguando e nas mãos se formando.

Poesia é meu jardim florido e talvez sofrido.

O verso é alimento, e minh'alma dele é abrigo.

Glória Cunha





d3823644f19a858803773165b2b8df8d.jpg
 
 
 
Raio de Lua
Enviado por Raio de Lua em 14/03/2009
Alterado em 10/10/2013
Copyright © 2009. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários

ESTE SITE É MELHOR
VIZUALIZADO NO
GOOGLE CHROME